Documentos OficiaisHistória

Carta do Tricolor de Coração ao Conselho Deliberativo

Rio de Janeiro, 22 de fevereiro de 2011

Ilustríssimo Senhor Dr. Braz Mazzulo

DD. Presidente doConselho Deliberativo do Fluminense Football Club

 

Assunto:

Requerimento de Informações sobre Parecer de Auditoria Financeira e Contábil – Contas do Conselho Diretor relativas ao exercício 2010.

Prezado Senhor,

Requeremos que o insigne Presidente deste Egrégio Conselho Deliberativo promova comunicação formal ao Senhor Presidente do Conselho Diretor do Fluminense Footbal Club, Dr. Peter Eduardo Siemsen, instando, de forma urgente, que este apresente para apreciação do Conselho Deliberativo, o “Parecer e o Relatório Analítico de Auditorias Contábil e Financeira”, ambos relativos ao Exercício de 2010.

Este requerimento embasa-se nas considerações factuais a seguir:

– a “Tricolor de Coração” têm por credo básico e pilar de sua constituição a realização de auditorias financeira e contábil permanente, convicta de ser tal procedimento ferramenta indispensável à boa gestão;

– ao início do ano de 2010, a “Tricolor de Coração” obteve compromisso expresso e específico do então pré-candidato à presidência do clube, de respeitar e fazer inserir em seu plano de gestão a realização de auditoria aberta e permanente nas finanças e procedimentos internos do clube, e que tal fato – compromisso com a realização de auditoria – foi condição maior para que a “Tricolor de Coração” fosse o primeiro núcleo de associados endossar e apoiar o então pré-candidato;

– por conseqüência, o já então candidato, inseriu – com amplo destaque em seus promocionais de campanha – o compromisso acima citado, a ele vinculando o prazo máximo de 60 (sessenta dias) após o início de sua gestão, quando eleito;

– ao anuir e prometer o compromisso acima perante os associados do clube, o então candidato tinha absoluta ciência das dificuldades financeiras do Fluminense Football Club e, também, face sua larga e rica experiência profissional, não poderia deixar de conhecer a dimensão dos valores e custos médios praticados pelo mercado especializado para a realização de tal tipo de atividade;

– compreendendo que o prazo inicial comprometido – 60 dias – haja sofrido, justificadamente, seguidas postergações, outrossim entendemos que o período decorrido até a presente data – totalizando até o momento a marca de 400 dias – permite acreditar que as citadas dificuldades já tenham sido equacionadas, permitindo a efetivação desta atividade, caso lhe seja dada prioridade;

finalmente e mais relevante, a expressiva, majoritária e contundente manifestação de vontade deste Conselho Deliberativo ao recusar a aprovação das contas do exercício em tela, em reunião específica ao iniciar-se o ano de 2011, exige atos conseqüentes concretos, constituindo-se a auditoria das contas uma exigência moral e factual à não aprovação de contas e, sua não realização, um desrespeito à soberana decisão do Conselho Deliberativo.

Renovando nosso protestos de estima e consideração, apresentamos nossas cordiais,

Saudações tricolores,

Paulo Mozart da Gama e Silva – Presidente

ASSOCIAÇÃO NACIONAL TRICOLOR DE CORAÇÃO”

Siga e curta a Tricolor de Coração: